Semana Nacional da Família

A Semana Nacional da Família, neste ano, propõe a prática espiritual do casal e em família. Viver a espiritualidade é praticar “gestos que podem fazer a grande diferença na convivência dos esposos, no crescimento dos filhos na fé, na renovação da alegria pelo amor que se renova no dia a dia pelo dom da graça de Deus”.

A família é o espaço propício para que os pais desempenhem a tarefa própria, insubstituível e irrenunciável da transmissão e educação da fé aos filhos. Assim, são capazes, pela graça de Deus de viver santamente o cotidiano das relações familiares e depois plenamente na eternidade.

Deus nos quis revelar que a espiritualidade verdadeira acontece no cotidiano, lugar onde ele nos espera para que o encontremos, amemos e realizemos seu projeto sobre nós. Na igreja doméstica se reza, se ouve a palavra, se fala do evangelho, se vive até o fim o sinal da presença do Senhor no sacramento do matrimônio, onde um é responsável pela espiritualidade cristã do outro.

São José, homem justo e humilde que cumpriu a grande missão de ser pai, que educou Jesus, com Maria na fé, é para nós exemplo de espiritualidade paterna. Deus o tornou modelo de pai e guarda dos mistérios da salvação dos seres humanos.

“Ó Deus, concedei aos nossos pais a graça de imitar a virtude do justo e bom São José e à vossa igreja, por sua intercessão, a graça de conservar fielmente os dons recebidos.”

Nilceia Padilha é participante da Comunidade Rainha dos Apóstolos e membro da Pastoral da Família.

Deixe uma resposta