Palavra do Pároco – Cristo Ressuscitou

ressurreiçaoCristo Ressuscitou!

A cada ano surge para todos nós, homens e mulheres de fé, a extraordinária oportunidade de poder anunciar a todos com intenso júbilo e alegria esta fantástica notícia: Cristo ressuscitou! Ele está vivo entre nós! Ele venceu a morte.

Gostaria imensamente  que este feliz anúncio chegasse a cada casa, a cada família, em especial onde há sofrimento, abandono, desentendimento, falta de fé e da verdadeira alegria… Gostaria que este anúncio chegasse a tantos corações deste povo de Deus da nossa grande Paróquia Rainha dos Apóstolos, porque é lá que Deus quer semear esta “Boa Notícia”: Jesus Ressuscitou, pois há uma esperança que despertou para todos, pois não estamos mais sob o domínio do pecado, do mal! Venceu o amor, venceu a misericórdia! O amor sempre vence!

Para nós, homens e mulheres, crianças e jovens, que pertencemos a uma Paróquia em missão, também nós como as mulheres discípulas de Jesus que foram ao sepulcro e o encontraram vazio, nos devemos interrogar que sentido tem este acontecimento (cf L). O que significa para nós o fato de Jesus ter ressuscitado? Significa que o amor de Deus é mais forte que o mal e própria morte, significa que o amor de Deus pode transformar a nossa vida, fazer florir aqueles pedaços de deserto que ainda existem em nosso coração. Páscoa é passagem! É o êxodo, e passagem do homem da escravidão do pecado, do mal, à liberdade do amor, do bem. Porque Deus é vida, somente vida e a sua glória somos nós: o homem vivo!

Deixo a todos o convite: acolhamos a graça da Ressurreição de Cristo! Deixemo-nos renovar pelo amor, pela misericórdia do Deus vivo, deixemo-nos amar por Jesus. Deixemos que a força do seu amor transforme também a vida, tornando-nos instrumentos deste amor, canais através dos quais Deus possa irrigar a terra de nossos corações, e guardar e proteger a todos nós e fazer florir a justiça e a paz.

Desejo que a paz do Ressuscitado chegue a todos os corações, em especial aos feridos pela ganância de quem procura lucros fáceis, ferindo assim pelo egoísmo que fez continuar o tráfico de pessoas. O tráfico de pessoas é a escravatura mais extensa neste século 21. Paz para todo o mundo dilacerado pela violência ligada ao narcotráfico tão presente em nossa região. Desejo paz a nossa terra! Paz a nossa Paróquia! Paz para todas as famílias. Que a paz trazida pelo Cristo ressuscitado reine em todos os corações. FELIZ PÁSCOA!

Pe. João Selhorst, scj

Deixe uma resposta