Dia do Comediante

comediaO estilo literário denominado comédia surgiu na Grécia, no ano de 486 a.C. 50 anos após o desenvolvimento das Tragédias/Drama. Enquanto a Tragédia contava a história de deuses e heróis, a Comédia falava de homens comuns. O gênero cômico amadureceu com Aristófanes, que é considerado o maior autor da Comédia Antiga.

Percebe-se que a comédia é uma manifestação artística mais simples, mais verdadeira. Pois ela retrata sempre fatos do cotidiano, enfatizando e tornando alguns aspectos engraçados. Embora hajam diversas modalidades, existem também as piadas mais tradicionais, que são pequenas histórias criadas para se chegar ao humor por meio de um enredo elaborado, com muita criatividade e clareza.

A comédia sempre esteve em todo lugar: no circo com os palhaços, no rádio, na tv, nos teatros, etc. Sempre trazendo diversão e alegria, a comédia tem a capacidade de tirar as pessoas de um estado de tristeza por algum tempo de maneira extraordinária. É como se a mente humana fosse enganada, distraída, é como se o humor entrasse no cérebro e trocasse o disco, manualmente, colocando as pessoas em um estado de felicidade momentânea. Sem dúvidas a ciência explica isso. Para ser mais preciso, a química. Mas fiquemos com a magia da comédia, pois ela é algo simples. Parabéns a todos os comediantes que ganham a vida promovendo sorrisos.

Cleber Almeida é membro da Pascom e participa da Comunidade São José (Setor 06).

Algumas piadas:

Um eletricista vai até a UTI de um hospital, olha para os pacientes ligados a diversos tipos de aparelhos e diz-lhes: Respirem fundo: vou trocar o fusível.

O garoto apanhou da vizinha, e a mãe furiosa foi tomar satisfação: Por que a senhora bateu no meu filho? Ele foi mal-educado, e me chamou de gorda. E a senhora acha que vai emagrecer batendo nele?

Mamãe, mamãe… Na escola me chamaram de mentiroso. Cale-se que você nem vai à escola ainda.

Deixe uma resposta